Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 17 de junho de 2010

from quinto

... que pode ser até from zero.

Vou usar o from quinto de hoje pra contar a tragédia do MEU DIA, porque o mundo pode acabar, as famosas podem morrer de fome por achar que a dieta de comer luz vai dar certo, nego pode enfiar o pé no próprio nariz achando que é um método de relaxamento que vai dar alguma ligação direta com uma divindade e Zzzz, mas ó, fodasse, chamem de idiotice, chamem de egoísmo, egocentrismo, ou qualquer outra porra, nem que seja só por hoje, eu só quero falar sobre mim. Devo tar em um estado de cio (tal mãe, tal filha qnst) + tpm + stress + tensão + provas + vontade de sair + desespero + doença + sofrendo com clima louco + vontade de sair 2 + vontade de ser filha da tia rica que chegou hoje dos estados unidos e + um monte de coisa. Eu sei que eu podia inaugurar isso aqui falando das criancinhas da Somália, da Etiópia, do nordeste, de gente que morre de inanição ou aids, ou até mesmo dos filhos do Lil Wayne moradores de rua da minha querida não São Paulo, porque desgraça tem mesmo do outro lado do mundo, na China (é esse o pais habitado por gente de olhos rasgados que fica do outro lado do mundo? se não for, fodasse), e até mesmo perto de mim. Gente, a desgraça é sempre a mesma. Tem sempre o mesmo objetivo: só muda de lugar. E depois dessa teoria brilhante, eu devia me tornar poeta. (não, porque nesse momento, quem é bom de verdade, deve tar se revirando no caixão)

Vou encerrar minha reclamação por aqui porque tô doente, tenho livro pra ler, lição pra fazer, coisa pra estudar, remédio pra tomar e ZzZzz. E sim, chatice é o meu nome do meio. As pessoas respeitam tanto os doentes e atarefados que nem reclamar em paz posso, porque já tão me enxotando (isso não tem conotação sexual, heh) daqui. Eu sofro.

MC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário